Scroll to top

Governo dos Açores lança campanha de eficiência energética para empreendimentos turísticos

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo anunciou o lançamento de uma campanha de eficiência energética para empreendimentos turísticos, incluindo estabelecimentos hoteleiros, aldeamentos, apartamentos e conjuntos turísticos, adiantando que as inscrições estão abertas até 19 de novembro.

Marta Guerreiro falava à margem de uma visita ao Caloura Hotel Resort, em São Miguel, empreendimento considerando um exemplo em matéria de desempenho energético, que, no início deste ano, tomou a iniciativa de capacitar os seus colaboradores em matéria de eficiência energética, tendo, para o efeito, contado com o apoio da Direção Regional da Energia, que realizou uma ação de sensibilização.

“A campanha consiste na capacitação sobre eficiência energética dedicada às unidades inscritas de todas as ilhas”, salientou a titular da pasta da Energia, acrescentando que será realizada uma ação específica, a 27 de novembro, no Laboratório Regional de Engenharia Civil, em Ponta Delgada.

“Posteriormente, cada empreendimento deverá submeter uma proposta de plano de eficiência energética que contemple as medidas que considere adequadas e possíveis de implementar no seu estabelecimento”, acrescentou.

Entre todas as participações, salientou Marta Guerreiro, “serão selecionadas 10 entidades que receberão apoio técnico para a implementação das medidas, sendo ainda premiadas com pontos de carregamento de veículos elétricos para instalação nas suas infraestruturas”.

“Esta é uma medida que visa promover as melhores práticas de eficiência energética e gestão de energia nos empreendimentos turísticos, impulsionando o crescimento sustentável e a competitividade no setor, possibilitando uma efetiva gestão dos seus consumos com vista à redução da fatura energética, mas também a contribuição para a descarbonização da Região”, afirmou a Secretária Regional.

“O principal objetivo do Governo dos Açores é transversal a todas as famílias e a todos os setores de atividade”, sublinhou Marta Guerreiro, evidenciando a importância de “fornecer a informação, as ferramentas essenciais e o apoio aos empresários e aos cidadãos para que, cada um, possa assumir um comportamento ativo que eleve a sustentabilidade do arquipélago”.

Publicar um comentário