Scroll to top

Governo dos Açores realiza “Green Teams” em todas as ilhas do arquipélago

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo vai promover a realização de um conjunto de fóruns de acompanhamento da sustentabilidade do destino turístico Açores, denominados “Green Teams”, em todas as ilhas do arquipélago.

O primeiro workshop decorre quinta-feira, 29 de agosto, na ilha de Santa Maria, seguindo-se São Miguel (30 de agosto), Terceira (3 de setembro), Graciosa (4 de setembro), São Jorge (5 de setembro), Corvo (9 de setembro), Flores (10 de setembro), Faial (11 de setembro) e Pico (12 de setembro).

Nesta primeira ronda, pretende-se dar a conhecer os princípios e orientações do processo de certificação em curso, a decorrer através da Earthcheck, apresentar a Estrutura de Gestão do Destino e o seu funcionamento, bem como destacar a importância da certificação do destino como estratégia para aprofundar o caminho rumo à sustentabilidade.

Nestas sessões de trabalho, os participantes irão analisar e definir as áreas de desempenho prioritárias em cada ilha, discutir as ações a implementar e as metas atingir.

Nesse sentido, vão dar corpo à implementação de um Plano de Ação por Ilha, de acordo com as respetivas áreas de atuação, nomeadamente a gestão e a eficiência energética, a emissão de gases com efeito de estufa, a qualidade do ar, o controlo de ruído e a poluição luminosa, a gestão de recursos de água potável e de águas residuais e esgotos, a gestão e proteção dos ecossistemas e da biodiversidade, o planeamento e ordenamento do território, os transportes, a gestão de resíduos sólidos e de substâncias nocivas para o ambiente e a gestão social, cultural e económica.

As “Green Teams” têm como objetivo acompanhar, promover a auscultação e a reflexão, emitir pareceres e fazer recomendações e sugestões sobre o processo de certificação dos Açores como destino sustentável, particularmente sobre os seus instrumentos de planeamento, gestão e monitorização.

Estes fóruns de cariz geográfico são constituídos por entidades representativas dos interesses locais, como autarquias, entidades associativas representativas da sociedade civil, empresas e cidadãos.

Publicar um comentário